Ir direto para menu de acessibilidade.

Incio do contedo da pgina
Últimas notícias

UFPA inaugura novas Clínicas de Direito para o atendimento ao público

O Instituto de Ciências Jurídicas (ICJ) da UFPA inaugurou nesta quarta-feira, 29, a 2a etapa das obras no Pavilhão L. A Clínica de Direitos Humanos da Amazônia (CIDHA) foi totalmente reformada e ganhou um mini auditório com ar condicionado e data-show e a Clínica de Atenção à Violência (CAV) ganhou uma sala para reunião e arquivo de documentos. Ainda, foram criados 7 gabinetes de atividades acadêmicas para professores, sendo um deles especialmente destinado para o atendimento de alunos quilombolas e indígenas.

A inauguração aconteceu às 20 horas, dentro da programação do III Fórum Nacional de Clínicas Jurídicas e X Encontro da Rede Amazônica de Clínicas de Direitos Humanos, eventos que prosseguem até a sexta-feira, 31.

O diretor do ICJ, professor Doutor José Benatti, explica que as novas estruturas o Curso de Direito e do Programa de Pós-Graduação ficam localizadas nos altos do Pavilhão L. Em dezembro do ano passado, foi entregue a 1a etapa da obra, com a reforma e melhorias do Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ), no piso térreo.


"É uma honra inaugurar os novos espaços em um período e crise, que conseguimos contribuições para juntar aos recursos da UFPA", disse Benatti.

A diretora da Faculdade de Direito, professora Dra Valena Jacob, explicou que houve uma doação viabilizada pelo Ministério Público do Trabalho da 2a Região, com sede em São Paulo, nos autos de um processo, que destinou parte do recurso de uma multa trabalhista para a FAD. "Recebemos o recurso no contexto de um projeto de extensão de fortalecimento da Clínica de Direitos Humanos da Amazônia, há dois anos e meio".

Ela agradeceu ao Paulo Isan Coimbra Júnior, então procurador do MPT, que viabilizou o repasse da verba para a UFPA. Ele participou da inauguração: "Fiquei muito satisfeito com isso. Conseguimos ajudar na estruturação das clínicas juridicas, que são de extrema importância ao interesse público, e conseguimos atender à finalidade do acordo, que é a efetiva reparação, contribuição para a comunidade de forma difusa".

 

Fim do contedo da pgina